16 de julho, 21h30
Quinta da Caverneira


‘Amalia y el río’ é um relato vivo de algumas das histórias ocultas do mercado negro em La Raya, estrelado por uma mulher, mochileira e mercado negro, durante os intermináveis anos do pós-guerra na Espanha. A história se passa na fronteira da Extremadura com Portugal, La Raya, entre Olivença e Badajoz, durante os anos 1948 e 1958. ‘Amalia y el río’ é baseado na história real de Antonia La Lirina, uma vizinha de Olivença, que o professor de Antropologia Social da Universidade da Extremadura, Eusebio Medina García, recolheu, juntamente com outras vozes de contrabandistas e comerciantes negros, na sua tese de Doutoramento “O Contrabando na Fronteira Portuguesa. Origens, estruturas, conflito e mudança social”, em 2000. É a voz de uma mulher forte, inteligente e astuta diante das autoridades vitoriosas que na fronteira são, policiais, guardas civis, promotores e toda uma espessa rede de contrabando embutida no tecido social.

Dramaturgia e Direcção: Agustín Iglesias
Investigação Etnogáfica: Eusebio Medina
Interpretação: Magda Gª-Arenal Amalia, vozes de outras mulheres Cándido Gómez Homem de Pedra, presenças e vozes masculinas
Cenografia: Marcelino de Santiago
Música: Irma Catalina Álvarez

BILHETEIRA
5,00€ Normal
3,00€ Estudantes, Crianças menos de 6 anos, M/65, Profissionais das Artes Cénicas, Desempregados e sócios do Sindicato dos Bancários do Norte.
Horário: 45 minutos antes do início de cada espetáculo.